Nadar é considerado um dos exercícios físicos que mais completos que existem, no entanto essa não é a principal razão que levam as pessoas a nadarem regularmente, mas sim a experiência maravilhosa que o nado pode proporcionar a elas, além dos inúmeros benefícios da mesma.

Entretanto, não são todas as pessoas que podem aproveitar dessa experiência, por medo de nadar. Você é uma dessas pessoas? Então esse post é para você! Se sempre sonhou em passar horas nadando em uma piscina, com as informações contidas nesse post você poderá realiza-lo ao perder o medo de nadar. Confira:

 

O que provoca o medo de nadar

São diversas situações que podem ocasionar o medo de nadar e impedem que você possa aproveitar todos os benefícios da natação. Algumas pessoas sentem tanto medo de nadar que o simples fato de se aproximar de uma piscina, praia ou lago, acarreta em uma sensação de pânico insuperável.

É justamente esse tipo de limitações que impedem que você realize o seu sonho e possa aproveitar a experiência plenamente. Nesses casos é preciso ter muita força de vontade e coragem para enfrentar esse tipo de problema, esse é o primeiro passo para avançar até a concretização do seu objetivo: nadar.

Apenas com isso você poderá aproveitar os benefícios proporcionados pela prática regular dessa atividade física. Depois de reconhecer o que realmente impede que você atinja o seu objetivo é que você poderá superar o medo e nadar e começar a trabalhar no seu medo de nadar, seguindo algumas dicas. São elas:

1# Descubra quais são seus medos

Saber identificar o que realmente impede que você nade é o primeiro passo para que você supere o seu medo de nadar e comece a praticar essa atividade física. A depender do trauma que você sofreu e/ou a origem dos seus medos, você pode procurar um profissional especializado na área e poderá ajudar você no processo de aprendizagem da natação.

Além das limitações e/ou traumas que você tenha relacionados com a natação, algumas pessoas também se sentem impedidas de praticar a natação devido aos mais diversos tabus que permeiam na sociedade, sobretudo aquele que estabelece um determinado padrão de beleza para que você possa praticar a natação. Isso provoca a insegurança em quem não segue esse padrão e não se sente bem nadando.

A dica é não só descobrir o que realmente impede você de nadar, como também esteja aberta/o às formas de superação dessas limitações e aceite as informações que você pode obter relacionadas a tais impedimentos. Isso fará com que você avance para alcançar os seus objetivos.

 

2# Supere suas limitações

Você pode recorrer a diversos tipos de estratégias para conseguir superar as suas limitações, ou seja, a toda forma de obstáculo que fazem com que você não consiga entrar na água e nadar livremente. Dentre essas estratégias, a melhor delas é recorrer a profissionais especializados.

Tais profissionais podem contribuir para que você supere os seus traumas e limitações. Se eles forem profundos, a melhor alternativa é buscar um psicólogo para ajudar no aprendizado da natação, ele saberá instruir quais são os primeiros passos que você deve dar para conseguir começar a nadar.

Além disso, é necessário que você escolha uma boa academia ou escola de natação, com profissionais capacitados. O educador físico e/ou instrutor possui um papel fundamental no processo de superação do medo de nadar, pois ele possui a preparação necessária para elaborar treinos exclusivos e de acordo com as suas limitações.

Uma dica, além de procurar profissionais capacitados, é começar a praticar a natação com um/a amigo/a. Essa é uma das dicas mais importantes para que você consiga superar o seu medo de nadar. Ao estar no mesmo nível que você, a presença de outra pessoa pode motivar você a continuar praticando a natação.

 

3# Dê o primeiro passo

Apesar de ser o mais difícil, depois de dar o primeiro passo para superar o medo de nadar é essencial para que você realize o seu sonho. Depois que você tiver coragem de dar o primeiro passo para começar aprender a nadar, os demais serão mais fáceis e a superação do medo poderá ocorrer mais rápido do que você imagina.

É importante que você não tenha pressa de aprender a nadar e respeite as suas limitações e procure tornar esse processo mais leve possível, avançando aos poucos e sem nenhum tipo de pressão. A própria atividade física poderá fazer com que esse processo seja mais fácil, uma vez que a água proporciona as mais diversas sensações, dentre elas a de bem-estar e de relaxamento.

Uma dica é que você faça uma série de exercícios de relaxamento antes de nadar, para que você consiga superar o seu medo de nadar por meio da natação. Ao fazer isso, você estará mais tranquila/o e aberta/o a essa nova experiência. O seu instrutor pode indicar quais são os melhores exercícios de respiração que você pode fazer nesse momento e demais métodos de relaxamento.

 

4# Adapte-se a piscina

É importante destacar que os instrutores de natação indicam atividades não só os exercícios de relaxamento, como também de adaptação ao meio. Dentre esses exercícios, podemos citar os de flutuação, isso poderá fazer com que você se acostume de uma forma mais rápida ao exercício físico e a piscina.

Os profissionais também poderão lhe incentivar em todo o momento, dessa forma você poderá superar o medo de nadar de uma forma mais natural. O processo de aprendizagem se torna ainda mais eficaz quando você conversa com o seu instrutor sobre suas limitações e medos relacionados a natação, pois assim eles podem reestruturar as aulas e torna-las adequadas para você.

A adaptação ao meio aquático é a última etapa para você superar o medo de nadar, pois depois que isso ocorre todo tipo de trauma e medo que você tenha relacionado a prática da natação diminui consideravelmente, ao ponto de que você poderá controla-lo e realizar o seu sonho de nadar sem medo algum.

Write a comment:

*

Your email address will not be published.


Todos os direitos reservados a Ação e Água

Follow us: